Vem conferir a trajetória e a fotografia marginal de Diane Arbus!

Conhecida internacionalmente pela série de retratos intimistas em preto e branco de pessoas marginalizadas Diane Arbus é uma das pioneiras da fotografia de rua. Vem conferir mais sobre a trajetória desta artista maravilhosa aqui no NA-NU!

Diane Arbus é uma escritora e fotógrafa estadunidense nascida na década de 1920.  Iniciou sua carreira na fotografia após casar-se com Allan Arbus que trabalhava como fotógrafo na indústria da moda. Diane sentia-se um peixe fora d’água trabalhando no mundo fashion e então decidiu se dedicar às próprias ideias e projetos.

Foi aí que começou a retratar a realidade marginal à época: anões, travestis, artistas circenses, palhaços, dançarinas, crianças, doentes mentais e pessoas com necessidades especiais posavam para as lentes da fotógrafa.

Os retratos intimistas em preto e branco causaram espanto na opinião pública norte-americana que intitularam os ensaios como Freaks e, ao contrário do que se imagina, só motivou a artista ainda mais a continuar fotografando. Os anos 60 foram o auge de sua carreira, levando a fotógrafa ao reconhecimento e prestígio internacional, resultando em novos ensaios com pessoas famosas, assim como fotografias urbanas. Além de receber duas bolsas de estudos em prestigiados centros universitários da área para continuar desenvolvendo seu trabalho.

Em 1971, a artista se suicidou e um ano após sua morte foi selecionada a representar os Estados Unidos na Bienal de Veneza. Na mesma época o Museu de Arte Moderna realizou uma retrospectiva de seu trabalho e a Fundação Aperture publicou um catálogo de acompanhamento que vendeu mais de 12 milhões de cópias. O filme A Pele (An Imaginary Portrait of Diane Arbus), de 2006, com a atriz australiana Nicole Kidman, é inspirado na vida da fotógrafa.

Desde a sua morte Diane Arbus é prestigiada e reconhecida em diversas exposições de seu trabalho pelo mundo, cidades como Londres, Los Angeles, Toronto, Zurique, Viena, Tóquio, Nova York, entre outras cidades, receberam materiais fotográficos e literários da artista para exposições em museus e galerias.

Mais sobre arte? Continue NA-NUZEANDO!

Mais fotografia? Cliquei aqui.

Gostou deste post? Curta, comente e compartilhe! Não esquece de acompanhar o NA-NU pelo Facebook e também pelo Instagram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *