Em 2015 aconteceu a primeira mostra Traços Curitibanos

Quadrinhos em Curitiba é uma pesquisa de Fulvio Pacheco. O ano de 2015 viu a primeira edição da mostra Traços Curitibanos e o Dia Mundial do Desenhista.

Em 2015 a o Setorial de Ilustração ao lado da Gibiteca promoveu a mostra Traços Curitibanos, um panorama da produção atual curitibana nos quadrinhos, caricatura, animação e ilustração, um modo de mostrar um pouco à comunidade todo o levantamento feito pelo plano Setorial de Ilustração. Os curadores: Marcelo Lopes na ilustração, Fulvio Pacheco e Antonio Eder nos quadrinhos, Natan SS na caricatura e Walkir Fernandes na animação selecionaram 100 artistas e estúdios de animação. A mostra aconteceu no MUMA e foi recorde de público na visitação em uma exposição no espaço, segundo o relatório do próprio museu. Após o fim da exposição no MUMA a Traços Curitibanos foi transferida para o Shopping Palladium à convite do shopping que fica ao lado do MUMA.

Neste ano o evento do Dia Mundial do Desenhista, já podendo ser considerado oficial no calendário da Gibiteca, contou com o debate entre os ilustradores Fulvio Pacheco, Adilson Farias e Alexandre de Paula apresentando um pouco do mercado da ilustração na cidade. A Gibiteca contou com outros eventos que lotaram seu espaço como a palestra com Michael Bruza  vindo da Califórnia pra falar sobre storytelling e produção de conteúdo infantil no mercado americano e outro grande evento foi o bate-papo com o ilustrador Rogério Coelho sobre seus trabalhos como ilustrador e sobre sua mais recente obra,  a Graphic MSP, Louco – Fuga.

Você pode continuar lendo a pesquisa de Fulvio Pacheco sobre a história dos Quadrinhos em Curitiba aqui no NA-NU

Lembrando que aqui no NA-NU você também encontra HQs completas pra você ler como Sangrando até MorrerBIDIU e Não Sei ser Princesaem HQ no NA-NU

E tem mais conteúdo de quadrinhos por aqui

Lembrando também que na Loja do NA-NU você encontra quadrinhos novos e usados assim como livros, LPs, filmes e produtos exclusivos. Dá uma conferida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *