Assista a entrevista com a idealizadora do projeto Mucha Tinta, Giusy De Luca

NA-NU entrevista Giusy De Luca, artista visual, produtora e idealizadora do Mucha Tinta, projeto que utiliza o grafite e artes visuais para colorir a cidade e levar arte à população.

Na entrevista, Giusy conta a historia do projeto Mucha Tinta, seu início como coletivo de artistas, as artes realizadas para casas noturnas como o Kitinete BarLa Lupe e Wonka Bar e projetos como a Galeria Transitória, realizada no Terminal do Cabral, a Mucha Tinta na Cidade e a Mucha Galeria Mostra Sustentável, realizadas no CIC, o mural no Moinho Rebouças realizado por Wes Gama e o projeto 24 horas de Intervenção Urbana, realizado na Praça Tiradentes.

Kitinete Bar

Giusy se formou em 2004 pela PUC e em 2006 criou sua primeira marca autoral, a empresa de buttons Amora Mia, atuante a 11 anos. Na entrevista, Giusy nos fala da gênese do que viria a ser o Mucha Tinta: “Apareceu a chance de decorar um bar. Eu tive possibilidade de planejar e fazer o projeto conceitual desse um bar que abriu em 2007 chamado Kitinete Bar. Então o Mucha Tinta teve início de uma forma bem despretensiosa”. Para cobrir as paredes do kitineteGiusy convidou artistas e designers, entre eles o casal Tyler Johnson e Flávia Sachs, da Nomade InkGiusy conta também como recebeu o convite TMDG, ou TrimarchiDG, maior encontro de design gráfico da América Latina que acontece em Mar Del Plata, para ser sua representante no sul do Brasil. Então em 2007 eu recebeu os embaixadores do TMDG, em uma festa live painting no La Lupe bar. Foram cinco dias de intervenções nas paredes do bar, com shows, DJs, projeção de filmes e bazar onde o nome Mucha Tinta se estabeleceu. “O primeiro projeto que a gente teve nesse sentido foi uma ocupação de uma galeria embaixo do Terminal do Cabral. O projeto chamava Galeria Transitória, com os artistas Celestino DiasJorge Galvão e Fred Freire.

Kitinete Bar
Kitinete Bar
La Lupe
La Lupe
La Lupe
La Lupe
La Lupe
La Lupe
La Lupe
Galeria Transitória
Galeria Transitória
Galeria Transitória
Galeria Transitória

Mucha Tinta seguiu realizando arte para casas noturnas, empresas e realizando projetos de intervenção e educação artística. “O primeiro projeto que a gente teve nesse sentido foi uma ocupação de uma galeria embaixo do Terminal do Cabral. O projeto chamava Galeria Transitória, com os artistas Celestino DiasJorge Galvão e Fred Freire“. Giusy também falou sobre os projetos realizados na CIC (Cidade Industrial de Curitiba): “O Mucha Tinta na Cidade pensa em transformar a CIC em uma galeria de arte urbana a céu aberto. Nós pintamos dois muros de escola, o muro de um parque, que era uma cede de escoteiros, e também a fachada da Mondelez.” Participaram os artistas Celestino DimasRômolo D’HipólitoAndré Mendes e Renato Faccini. Ainda na CIC: “Ano passado nós tivemos um projeto chamado Mucha Galeria Mostra Sustentável. Nós visitamos quatro ou cinco barracões de lixo. Então convidamos cinco artistas pra repensar o consumo. Demos oficinas dentro desses barracões e em colégios. Também na galeria que eram quatro containers ocupados. Tivemos artistas como Ricardo Leiva, que fez uma obra maravilhosa com o resíduo de uma indústria. Karla Keiko que fez uma reflexão sobre o ciclo dos produtos que a gente consome e o resíduo que a gente gera. O Rimon Guimarães e o Paulo Auma também estiveram nessa mostra. Tivemos alguns artistas locais selecionados via edital pra apresentarem seus trabalhos repensando a sustentabilidade. Tivemos composteira, aulas com educadores, fizemos uma horta, construímos móveis através de pallets, o Museu do Lixo, mostrando quantas coisas são descartadas com valor ainda. Esses dois projetos na CIC eu tenho muita vontade de retomar. Estar em contato direto é maravilhoso. Sem contar as parcerias que são feitas. E tentar gerar questionamento mesmo. Tentar entender um pouco o que acontece.”

Mucha Galeria Mostra Sustentável
Mucha Galeria Mostra Sustentável
Mucha Galeria Mostra Sustentável
Mucha Galeria Mostra Sustentável
Mucha Galeria Mostra Sustentável

Na entrevista ficamos sabendo um pouco mais também sobre o projeto 24 horas de Intervenção Urbana, realizado na Praça Tiradentes, em Curitiba. Participaram os artistas Renato FacciniCelestino DimasRômolo D’HipólitoDiogo CésarGuilherme CaldasJorge GalvãoThiago SyenMikimbaFrancisco GussoGuilherme SantanaFernando RosenbaumOlho WodzynskiDavid HealJuliano DominguesDW RibatskiBozo KrustyEduardo BerbelEtiene PellizariFernando FranciosiMariana ZarpellonDenise KimRimon GuimarãesThiago MildFred Freire e Café. As portas foram leiloadas e a arrecadação foi doada a campanha Doe Calor, da FASFundação de Ação Social.

A entrevista com Giusy De Luca foi realizada por Lucas Fernandes e Juana Carvalho e arquivo Mucha Tinta. A trilha sonora ficou por conta de M.A.C.A (Mary Ann Cotton Attacks!) com a música Rala Daí

Você pode conferir mais sobre arte, pintura e grafite, além de conteúdo sobre cinema, quadrinhos, artes plásticas e música em por aqui no NA-NU

Confira mais conversas com artistas em NA-NU Entrevista 

E lembrando que na Loja do NA-NU você encontra livros, quadrinhos, LPs, quadrinhos e produtos exclusvos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *