A história do festival Psicodália, 15 anos de arte, música e psicodelia

Conheça a história do festival Psicodália, que acontece entre os dias 9 e 14 de fevereiro, e que a 15 anos reúne artistas do Brasil e do mundo anualmente para celebrar a música, a paz e a liberdade.

Um embrião do festival surgiu em 2001, com a ideia de criar um espaço para artistas autorais independentes divulgarem seu trabalho. A primeira reunião, batizada de Angrastock, em Angra dos Reis, (RJ) reuniu 150 participantes.

Um ano depois, o mesmo grupo de produtores, Klauss Pereira, Manuela Santana, Alexandre Osiecki e Julianna Henriques. realizou o Festival Morretes, no município de Morretes (PR). Mantendo o mesmo espírito e reunindo ainda mais artistas e público.

2014
2016 – foto por Rodrigo Della Fávera

Em 2003, finalmente com o nome de Psicodália, o festival passou a ser realizado no município da Lapa (PR). O eventol contou com artistas do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Risoflora no palco do Psicodália na Lapa

Em 2006, o festival passou a ser realizado no período do carnaval e se mudou para a cidade de São Martinho (SC). Também nesse período surgiu a Rádio Kombi, criada para transmitir músicas e informações diárias durante o festival.

No ano de 2010, mais uma vez o festival muda de endereço, para a Fazenda Evaristo, em Rio Negrinho (SC) para um local ainda maior, capaz de receber o público crescente do evento.

Fazenda Evaristo, foto por Lari Lará

Entre os grandes nomes da música local, nacional e mundial que já se apresentaram no festival estão Ney MatogrossoIan Anderson e Jethro Tull, John Kay e Steppenwolf, Moraes Moreira, Alceu Valença, Arnaldo Batista, Baby do Brasil, Os Mutantes, Confraria da Costa, Elza Soares, Tom Zé, Paulinho Boca, Naná Vasconcelos, Nação Zumbi, Made in Brazil, Patrulha do Espaço, Sérgio Dias, Casa das Máquinas, Som Nosso de Cada Dia, Sá e Guarabyra, Ave Sangria, Di Melo, Jards Macalé, Traditional Jazz Band, Blindagem, A Bolha, Módulo 1000, Pedra Branca, Wander Wildner, Hermeto Pascoal, O Terço, Orquestra Contemporânea de Olinda, O Terno, Bixo da Seda, Blues Etílicos, Yamandú Costa, Almir Sater, Cadillac DinossaurosTerreno Baldio, Jupiter Maçã, Violeta de Outono, Baby do Brasil, Gong, Sopro Difuso, O Lendário Chucrobillyman entre muitos outros.

Almir Sater – 2014
O Lendário Chucrobillyman – 2014
Elza Soares – 2016
Hermeto Pascoal – 2012
John Kay – 2016 – Foto por Rodrigo Della Fávera
Ney Matogrosso – 2016 – Foto por Marcos Hermes
Confraria da Costa – 2016 – Foto: Nicolas Pedrozo Salazar

Mesmo trazendo atrações reconhecidas e históricas, o Psicodália se mantém fiel à ideia de criar espaço para o artista independente e autoral. O respeito e o trabalho em prol da cena cultural brasileira permanece e seu objetivo inicial expandindo-se para horizontes nacionais e internacionais. Além disso, o festival promove a relação do público com a natureza, sendo desde o início realizado em locais com área verde, lagoas, trilhas e cascatas.

Foto: Emilia Senapeschi
Foto por Bete Ambrosio

Esse ano, o festival começa no dia 9 de fevereiro e também trás grandes nomes como Zé Ramalho, Jorge Ben Jor, Arrigo Barnabé, Tulipa Ruiz, Som Nosso de Cada Dia, Zé Pretim, Lô Borges, Tutti Frutti, Francisco el Hombre, Bixiga 70, Pedra Branca, Mundo Livre S/A, Confraria da Costa, Bandinha Di Dá Dó, Estrela Leminski e Téo Ruiz, Apicultores Clandestinos, Mustache & Os Apaches, Terra Celta, Plá, Pata de Elefante e muito mais. Mais informações no site oficial.

Psicodália Carnaval 2018

sexta-feira, 9 Fevereiro 2018 12:00 pm

@ Fazenda Evaristo

Creator: Psicodália

Quer mais arte, cultura e entretenimento? Continua NA-NUZEANDO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *