Dr Clima, criação do Núcleo de Quadrinhos dos anos 90

Quadrinhos em Curitiba é uma pesquisa de Fulvio Pacheco. Doutor Clima foi um dos personagens criados pelo Núcleo de Quadrinhos.

O Núcleo de Quadrinhos foi um grupo de quadrinistas composto por Antônio Eder, José Aguiar, Theo Alves, Adriano Eduardo, Luciano Lagares e Alessandro Dutra, para a exposição Heróis Curitibanos, promovida pela Gibiteca.

Dr Clima

Segundo Antonio Eder, “inicialmente foi uma piada parodiando os heróis norte-americanos, depois começamos com a produção mais dirigida, que ressalta as características curitibanas” (1994).  Procurando destacar uma visão crítica dos super-heróis, esses quadrinistas criaram uma legião de super-heróis baseados em elementos da cultura local. O primogênito foi o Aranha Marrom, criado coletivamente entre os desenhistas, já que cada um inventou sua visão do personagem e, na exposição, foi definido o visual definitivo deste herói psicopata, que só ataca quando acuado.

Dr Clima, por Alessandro Dutra
Dr Clima, por Antonio Eder

O grupo criou ainda a Família Folhas, uma sátira dessa Família Folha, mascotes usados pela prefeitura de Curitiba para a campanha de lixo reciclável. Também deu origem ao Tatu que funga, um atleta vítima de uma rinite congênita. Além destes, gerou três heroínas bem curitibanas: a Menina de Topete, curitibana que sai armada de fixadores de cabelo para combater o que acha careta, a Polaquinha, alusiva a criação do escritor Dalton Trevisan, incentivadora das bibliotecas e museus, que anda nua pela cidade, e a Gralha Azul, inspirada na ave símbolo do Paraná, uma ex-professora que planta pinhões na base dos prédios, os quais dão origem a pinheiros que os destrem. E, finalmente, o Bicho do Paraná e o Homem Sorriso, entre outros.

Gean Danton desenvolveu o roteiro, desenhado por Theo Alves, do Homem Pedreira, um operário que ficou preso nas paredes da pedreira Paulo Leminski e assumiu o visual pétreo, o qual, sempre no início da história, conseguia se libertar e, no final, alguma bobagem o deixava preso de novo. Outra história desenvolvida foi a batalha de Papai Noel, decoração do alto do Palácio Avenida todos os anos, incorporado pelo espírito de um indígena malvado, que era combatido pelo Casal de Pedra da praça 19 de Dezembro, encarnado pelos espíritos indígenas bonzinhos.

Dr Clima, publicação, lançada pelo SESC

Mas, de todos estes personagens, o único publicado foi o Dr. Clima, lançado em 1994. O personagem seria a explicação do estranho clima de Curitiba, cidade que tem as quatro estações num só dia. Como resultado temos um herói que não consegue dominar seus poderes e nem controlar as oscilações do tempo. O Dr. Clima seria um dissidente da URBS, instituição que administra ações urbanísticas em Curitiba, que, na historia, mantém uma polícia secreta. Esse cientista, especialista em teoria do caos, pretendia transformar Curitiba numa cidade ideal. O roteiro foi desenvolvido por David Araújo e o desenho é dividido entre Antônio Eder e Alessandro Dutra. Essa publicação, lançada pelo SESC, seria a primeira de uma série de revistas criadas pelo Núcleo de Quadrinhos.

Você pode continuar lendo a pesquisa de Fulvio Pacheco sobre a história dos Quadrinhos em Curitiba aqui no NA-NU

Lembrando que aqui você também encontra HQs completas pra você ler em HQ no NA-NU

E tem mais conteúdo de quadrinhos por aqui

Na Loja do NA-NU você encontra quadrinhos novos e usados assim como livros, LPs, filmes e produtos exclusivos. Dá uma conferida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *